Yoga theory applied

Application and adaptation of yoga techniques and philosophy

Viniyoga Lusófono 1 a 20          Viniyoga Lusófono 21 a 37 >

Viniyoga Lusófono nº 20 € 4.00

(35 páginas)

NÃO COMECEM COM AS POSTURAS SOBRE A CABEÇA

Questão de lógica: começar pelas posturas sobre a cabeça não é um pouco o mundo ao contrário?

Por T.K.V. Desikachar

O QUE PODEMOS MUDAR NA NOSSA VIDA?

Um das primeiras coisas que eu deveria mudar na minha vida é a velha máquina de escrever…

 Por Miguel Machalski

SHRADDHÂ - A CONFIANÇA COMO RUMO DE VIDA

Demasiada exigência, perfeccionismo, vazio interior, confusão e depressão. Momentos felizes de tomada de consciência e a reestruturação que passa pelo yoga, pela respiração, o retorno à simplicidade da infância…

Tudo isso para que por fim surja, não mais a adstringente satisfação de si, mas a verdadeira confiança.

Mais do que um leitor vai rever-se neste itinerário espiritual de Chantal Grandjean.

Por Chantal Grandjean

A RESPIRAÇÃO

As vias aéreas superiores: patologia

Por Laurence Maman

SHALABHÂSANA

Shalabhâsana, a postura do gafanhoto, é uma postura prestigiosa. Ela constitui um teste de vitalidade e resistência, oferece numerosas aplicações de intensidades variadas e a sua ação sobre a saúde é notável. Numa abordagem mais fácil, a meia-postura apresenta um interesse muito particular.

Por Claude Maréchal

SEQUÊNCIA PRÁTICA

Desta vez apresentamos três sequências para uma mesma postura, utilizada em contextos e com objetivos diferentes.

Por Claude Maréchal

YOGA-SÛTRA I.36

Patanjali aborda um outro domínio importante de investigação: a concentração sobre a luz interior que permite transcender todas as dificuldades.

Comentários pelo Professor Shri T. Krishnamacharya; apresentação e explicações: T. K. V. Desikachar 

 

Viniyoga Lusófono nº 19 € 4.00

(40 páginas) 

AO PÉ DA MONTANHA           

Yogi, médico Ayurveda, instrutor de mahârâjah, mestre em MîmâmsâNyâyaSâmkhya… Seria difícil citar todos os domínios onde o Professor T. Krishnamacharya se distinguia porque era também astrólogo, poliglota, sanscritista, poeta, músico…

Um personagem fora do comum, aureolado de lendas, que ouvimos como sentados ao pé da montanha…

Por Sarah Dars

O SOPRO E O MENTAL                                                                        

A respiração é uma função vital e incessante, mas a maioria das vezes, não lhe damos a mínima importância. No entanto, o sopro pode dar-nos indicações preciosas sobre o estado do nosso mental e mesmo influenciá-lo na direção pretendida.

Por TKV Desikachar

A RESPIRAÇÃO       

A respiração é um processo central no caminho do yoga. O estudo dos seus efeitos sobre o organismo e das consequências dos problemas que o entravam merece a atenção dos praticantes e dos professores.

Por Laurence Maman

CATUSHPÂDAPÎTHAM                                                                                                                              Catushpâdapîtham, a mesa de quatro pés, é mais conhecida como contra postura de pashcimatânâsana. No entanto, é uma postura como as outras, poderosa e útil, mas de utilização delicada.

Por Claude Maréchal

SEQUÊNCIA PRÁTICA                                                                       

Esta série comporta quatro partes e apresenta um exemplo de progressão por etapas, tendo em vista o domínio de catushpâdapîtham.                                                                                      

Por Claude Maréchal

YOGA- SÛTRA I.35

Entre outros meios para apaziguar o mental, Patanjali sugere a reflexão sobre a atividade dos órgãos sensoriais.

Comentários pelo Professor Shri T. Krishnamacharya; apresentação e explicações: T.K.V. Desikachar

O ESTUDO DA ACTIVIDADE SENSORIAL SEGUNDO VYÂSA

Uma vez que no artigo precedente foi mencionado o comentário clássico de Vyâsa, pediu-se a Philippe Geenens para completar a rubrica Yoga-Sûtra apresentando-nos o ponto de vista de Vyâsa sobre os órgãos sensoriais.

Por Philippe Geenens 

 

Viniyoga Lusófono nº 18 € 4.00

(36 páginas) 

APRENDER COM UM LIVRO

O melhor dos livros não pode substituir um professor

Por TKV Desikachar

ABHYÂSA, A NOÇÃO DE COMPROMISSO

No caminho do yoga, põe-se como hipótese, ou como ato de fé, que há em cada um de nós uma dimensão que É, que nunca deixará de Ser, e que nunca deixou de Ser.

Descobrir qualquer coisa que É e que permanece sem mudar, isso parece uma impossibilidade, e no entanto…

Por François Laurin

GERIR O STRESS PELO KRIYÂ-YOGA: UMA EXPERIÊNCIA

Yoga-Sûtra não existe para o estudo teórico puro, mas para uma aplicação nas situações mais diárias.

Por Michel Delstanche

PASHCIMATÂNÂSANA

Muitas vezes chamada como a postura da pinça, pashcimatânâsana é uma das posturas essenciais de yoga-âsana. Descrita em numerosos textos clássicos, ela é o exemplo da flexão à frente em posição sentada.

Por Bernard Bouanchaud e Viniyoga Bélgica

SEQUÊNCIA PRÁTICAPASHCIMATÂNÂSANA

Como vamos ver nesta sequência, pode-se muito bem preparar pashcimatânâsana utilizando uma flexão lateral do tronco.

Num primeiro tempo, a pinça é substituída por jânushîrshâsana que apresenta, numa aproximação assimétrica, as mesmas características de flexão à frente, numa posição sentada.

Por Claude Maréchal

VEGETARIANISMO E YOGA

Se perguntarmos a um Ocidental desprevenido o que é para ele o yoga, há fortes possibilidades que ele enumere, entre várias imagens, algumas dizendo respeito ao regime específico supostamente associado a esta disciplina: o vegetarianismo.

Pela Dr.ª Laurence Maman

YOGA-SÛTRA I.34

Com este aforismo, entramos numa série de «meios» propostos por Patanjali para restabelecer a estabilidade do mental. O primeiro a ser citado, sem dúvida o mais importante, diz respeito ao controlo da respiração.

Comentários Pelo Professor Shri T. Krishnamacharya

Apresentação E Explicações: TKV Desikachar 

 

Viniyoga Lusófono nº 17 € 3.50

 (28 páginas)

Este é um número especial da revista Viniyoga, que corresponde à segunda metade do número 100 da revista Viniyoga belga, original. Este 25º aniversário da revista foi festejado em Sévrier, juntamente com os cinquenta anos de yoga de Claude Maréchal, em Novembro de 2009.

Neste número propomos-lhe uma viagem através dos cinquenta anos de yoga, na vida de Claude Maréchal, responsável pela divulgação desta forma de praticar, em grande parte da Europa. Claude Maréchal é o professor responsável pela formação de novos professores Viniyoga em vários países: Espanha, França, Itália, Suíça e Canadá. 

 

Viniyoga Lusófono nº 16 € 4.00

 (36 páginas)

 INICIAÇÃO AO CANTO VÉDICO 

Este artigo surge no seguimento de um estágio de três semanas, que teve lugar em Madrasta (Chennai, India), organizado pela Associação Internacional Viniyoga (V. I. A.) e com a direção técnica do Krishnamacharya Yoga Mandiram (K. Y. M.), em Dezembro de 1983.

Por Michel Alibert

COMO REECONTRAR A SAÚDE PELA PRÁTICA DO YOGA                                                             

Num primeiro artigo, François Lorin apresentou-nos as causas da doença, os seus veículos e as energias fundamentais da Natureza. Agora, apresenta-nos as oito regras de prevenção, a noção de prâna, os quatro lugares do corpo, os dois polos de equilíbrio e os cinco elementos indispensáveis para a recuperação da saúde.

Por François Lorin

QUANDO SE TOMA MEDICAMENTOS                                                             

Quando uma pessoa que não está com a saúde boa pratica yoga, ela tem necessidade de ser constantemente vigiada.

Por TKV Desikachar

DIETÉTICA                                                                                                     

Depois de definirmos os nutrientes, vamos ver alguns grandes princípios nutricionais. Eles não correspondem a verdades absolutas; trata-se apenas de alguns conselhos práticos cuja observação pode resultar a curto prazo no desaparecimento de problemas digestivos menores e também de desordens mais graves, mais complicadas, que podem parecer muito afastadas de um desequilíbrio alimentar.

Pela Drª Andrée Maman

DANDÂSANA                                                                                                            

Ainda que de aparência simples, dandâsana é, de facto, um exercício estimulante de grande intensidade. As suas aplicações dinâmicas e modificações podem constituir uma preparação para outras posturas que solicitam o eixo vertebral em diversas direções. Dandâsana é frequentemente associada aos bandha.

Por Claude Maréchal

SEQUÊNCIA - PRÁTICA: DANDÂSANA  

Uma preparação suficientemente tónica, assim como uma boa compensação são as condições que permitem intensificar, etapa por etapa, a prática da postura. Esta preparação gradual induz os melhores resultados, mantendo o interesse da prática.

Por Claude Maréchal

YOGA-SÛTRA I.33                                                                                               

Patanjali expõe aqui um aforismo particularmente importante; na realidade, ele diz respeito à relação do yogi com a sociedade, não é apresentado como um «meio opcional» e trata-se do primeiro «eka-tattva».

Comentários pelo Professor T. Krishnamacharya. Apresentação e explicações: T. K. V. Desikachar

 

Viniyoga Lusófono nº 15 € 4.00

 (39 páginas)

 VIAGEM DE FIM DE CURSO A AMAY 

COMO REENCONTRAR A SAÚDE PELA PRÁTICA DO YOGA   

Neste primeiro artigo, François Lorin aborda três temas essenciais: as três causas da doença, os três veículos e as três energias fundamentais da Natureza. 

François Lorin

O QUE O YOGA ME TRAZ     

De Reims, professora, cardíaca, com cinquenta e um anos de idade, recebi do yoga o presente mais maravilhoso, o mais apreciável, o mais divino que se pode imaginar: tempo para viver, para viver plenamente. Não só alguns meses, nem alguns trimestres, nem alguns anos, mas antes vinte e dois anos até agora.

Eliane Drouant 

ADHOMUKHA-SHVÂNÂSANA                                                                   

Embora esta posição pertença ao grupo das posturas em pé, situa-se entre as posturas em pé, as invertidas e as deitadas no chão. Assim, pode servir de elo de ligação ou de transição entre elas.

Pela posição do tronco e ação sobre as costas e membros superiores, esta postura é muitas vezes utilizada como preparação para certas posturas invertidas.

Bernard Bouanchaud

SEQUÊNCIA PRÁTICA                                                                                                         

Como preparar adhomukha shvânâsana.

Claude Maréchal

DOMINEM AS POSTURAS                                                                                                 

O domínio das posturas passa por um aspeto mental sem o qual o yoga não existe.

T.K.V. Desikachar

DIETÉTICA                                                                                                   

Propomos neste número e no seguinte, dois artigos sobre dietética. Vão encontrar muitos pontos de referência necessários a uma alimentação equilibrada, segundo a dietética ocidental.

Drª Andrée Maman

YOGA-SÛTRA I.31 e 32                             

A instabilidade mental, a dispersão e outros obstáculos à realização do Yoga manifestam-se através de quatro sintomas que Patanjali enumera aqui. O autor do Yoga-Sûtra começa depois a expor os célebres “eka-tattva”, métodos alternativos à devoção.

Comentários pelo professor T. Krishnamacharya; apresentação e explicações: T. K. V. Desikachar

 

Viniyoga Lusófono nº 14 € 4.50

(47 páginas)

 YOGA E PESSOAS IDOSAS

 O envelhecimento tem consequências fisiopatológicas que importa ter em consideração na prática do yoga. Foi este o propósito que animou este “atelier” de Andrée Maman.

 Dr.ª Andrée Maman

O ENSINO DO YOGA ÀS CRIANÇAS

 Viniyoga foi ver como se ensina o yoga às crianças no Krishnamacharya Yoga Mandiram, em Madrasta (Chennay).

Na grande tradição de um yoga respeitador do passado mas aberto ao presente, os jovens descobrem aí flexibilidade, força e confiança em si e também conseguem melhorar a sua relação com os outros.

 Por Bernard Bouanchaud

MOTIVAÇÃO E NOÇÃO DE RESPONSABILIDADE

 Este é o último tema do estágio dado por T.K.V. Desikachar em Forgeassoud, que temos vindo a apresentar.

 A motivação: as razões que incitam os alunos a aprender yoga e os professores a ensiná-lo. Toda a ação reenvia a uma intenção; estas intenções podem ser diversas e múltiplas.

 Por Sarah Dars

CORPO ESPÍRITO E SAÚDE: AS ESTRUTURAS MUSCULARES DO CORPO HUMANO (3ª PARTE)

 Nesta terceira parte apresentamos os músculos que ligam o tronco aos membros superiores, assim como os principais músculos do alto do tronco e dos membros superiores.

Na grande tradição de um yoga respeitador do passado mas aberto ao presente, os jovens descobrem aí flexibilidade, força e confiança em si e também conseguem melhorar a sua relação com os outros.
 Por Laurence Maman
 
YOGA-SÛTRA (I.29 e 30)
 Com o primeiro dos aforismos tratados aqui, Patanjali explica os benefícios notáveis que resultam da recitação do OM. No segundo, ele enumera uma longa lista de obstáculos que podem eventualmente surgir no caminho do adepto.

 Comentários pelo Professor T. Krishnamacharya; apresentação e explicações por T. K. V. Desikachar  

 

Viniyoga Lusófono nº 13 € 4.50

(48 páginas)

 KRISHNAMURTI CONSIGO PRÓPRIO - O seu último diário

Este texto de Krishnamurti convida-nos a uma reflexão notável sobre a vida e a morte.

 Por Krishnamurti

 A IMPORTÂNCIA DA RESPIRAÇÃO NA PRÁTICA DO YOGA - SEGUNDA PARTE

 Como vimos na primeira parte deste artigo, o alongamento da respiração tem por efeito acalmar a mente. Quanto mais o sopro é alongado, mais tempo se pode manter esta forma de respirar, e mais a mente se apazigua.

 Por François Lorin

 O YOGA E A SAÚDE SEGUNDO SHRÎ PATANJALI

Usha Raghavan apresenta-nos o yoga e a saúde segundo o ponto de vista de Patanjali. Um percurso através dos dois primeiros capítulos do Yoga-Sûtra para nos relembrar os obstáculos e os sintomas, a origem do sofrimento, o kriyâ-yoga como método preliminar e as quatro etapas para recuperar a saúde.

 Por Usha Raghavan

 A SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM

 No seguimento dos artigos anteriores, apresentamos agora a parte do estágio de Forgeassoud em que T.K.V. Desikachar desenvolveu o tema da situação de aprendizagem: as condições mais ou menos ideais para estudar a prática de âsana e ensinar, em aulas coletivas ou individuais.

 Por Sarah Dars

 JATHARA PARIVRITTI

 A denominação “jathara parivritti” engloba três posturas deitadas sobre as costas. Uma é de estiramento lateral, as outras duas são torções. Todas três apresentam a vantagem de uma larga escolha de variações, de modificações e de múltiplas aplicações.

 Por Bernard Bouanchaud

 SEQUÊNCIA PRÁTICA

 As diferentes aplicações de jathara parivritti introduzidas nestas três séries conferem-lhes um carácter de intensidade crescente.

 Por Claude Maréchal

 YOGA-SÛTRA (I.27 e 28)

 É possível entrar em relação com Îshvara, chamá-Lo, glorificar as Suas qualidades e render-Lhe graças, por intermédio da sílaba sagrada (Om). Assim, é toda a técnica do mantra-yoga que Patanjali aborda nestes dois aforismos.

 Comentários pelo Professor T. Krishnamacharya; apresentação e explicações por T. K. V. Desikachar 

 

Viniyoga Lusófono nº 12 € 4.50

 (46 páginas)

 A TECNOLOGIA DE ÂSANA

 No seguimento do artigo sobre Kûrma e Meru, do número anterior da revista Viniyoga Lusófono, apresentamos agora a parte do estágio em que T.K.V. Desikachar abordou referências e definições de algumas âsana através de textos como a Hatha-Yoga-Pradîpikâ, ou a Gheranda-Samhitâ, assim como as diferentes noções de movimento, respiração, etc.

 Por Sarah Dars

 REFLEXÕES SOBRE A MEDITAÇÃO

 Apresentamos algumas reflexões de T.K.V. Desikachar sobre este tema, partilhados com a equipa viniyoga, aquando de um seminário de Julho de 93 em Hamilton (USA).

 Por T.K.V. Desikachar

A IMPORTÂNCIA DA RESPIRAÇÃO NA PRÁTICA DO YOGA - PRIMEIRA PARTE

 Quatro aspetos deste vasto assunto são explorados aqui, a saber: a importância de prâna, (o sopro); a relação entre o corpo e o sopro, na prática postural; as técnicas de prânâyâma, o controlo do sopro e o papel do sopro na pesquisa espiritual. Os dois primeiros vão ser apresentados neste número; encontrarão os dois seguintes numa próxima edição.

 Por François Lorin

CORPO ESPÍRITO SAÚDE: AS ESTRUTURAS MUSCULARES DO CORPO HUMANO (2ª PARTE)

 Nesta segunda parte do artigo, apresentamos os músculos que ligam o tronco aos membros inferiores e os principais músculos dos membros inferiores.

 Por Laurence Maman

JÂNUSHÎRSHÂSANA

 Postura sentada, assimétrica, com flexão do tronco à frente, jânushîrshâsana é uma atitude mista. Combina a ação de outras duas posturas célebres (siddhâsana e pashcimatânâsana) descritas em vários textos clássicos.

 Por Claude Maréchal

 SEQUÊNCIA PRÁTICA

 Esta série apresenta um exemplo de progressão gradual na direção do domínio de jânushîrshâsana, realizada de forma estática durante doze respirações de cada lado.

 Por Claude Maréchal

 YOGA-SÛTRA (I.26)

 Em todas as grandes tradições a noção de “Mestre” ou guru tem um papel capital. Para o Yoga, o guru primordial é Îshvara.

Comentários pelo Professor T. Krishnamacharya; apresentação e explicações por T. K. V. Desikachar  

 

Viniyoga Lusófono nº 11 € 3.50

 (34 páginas) 

 O CONCEITO DE ÂSANA: KÛRMA E MERU

Sarah Dars transcreveu as gravações das conferências e discussões animadas por T.K.V. Desikachar ao longo de um estágio em Forgeassoud. 

Este impacto tão vivo das conferências não pode ser reproduzido por escrito; por isso a autora tomou a liberdade de reagrupar os grandes temas abordados para os apresentar aos leitores do Viniyoga. 

Aqui publicamos a primeira parte deste trabalho. 

Por Sarah Dars

 PROGREDIR PASSO A PASSO

 Onde mais uma vez constatamos a necessidade do viniyoga no yoga

 Por T.K.V. Desikachar

 MEDITAÇÃO

 Como muitos dos Ocidentais, também ouvimos falar de meditação e o assunto interessa-nos. Por isso Viniyoga pediu a Desikachar alguns esclarecimentos a respeito do significado desta palavra. Tal esclarecimento parece-nos bem-vindo, quer para o ensino, como para a prática daquilo a que chamamos “meditação”.

 Por Frans Moors

 CORPO ESPÍRITO SAÚDE: AS ESTRUTURAS MUSCULARES DO CORPO HUMANO

 Depois de ter apresentado as estruturas ósseas e articulares do corpo humano, começamos aqui uma série de artigos consagrados às estruturas musculares.

 Neste primeiro capítulo, abordamos os principais músculos do tronco.

 Por Laurence Maman

 VÎRABHADRÂSANA

 Certas posturas de yoga simbolizam uma ideia ou uma ação específicas. Vîrabhadrâsana é uma delas. Pelo seu nome, os seus efeitos sobre o plano muscular, respiratório e psicológico, merece seguramente um lugar de destaque na técnica de yogâsana.

 Por Claude Maréchal

 SEQUÊNCIA PRÁTICA

 Nesta aplicação prática, a postura vîrabhadrâsana é decomposta, relativamente à ficha técnica. Esta série, muito curta, termina por uma contra postura deitada e um prânâyâma.

 Por Claude Maréchal

YOGA-SÛTRA I.24 e I.25

 Com a noção de Îshvara, Patanjali aborda uma secção muito importante do Yoga. Os aforismos tratados aqui evidenciam as “propriedades” atribuídas ao Senhor e descrevem o Seu poder incomparável.

 Comentários pelo Professor T. Krishnamacharya; apresentação e explicações por T. K. V. Desikachar

 

Viniyoga Lusófono nº 10 € 3.50

  (32 páginas)

ENTREVISTA COM THÉO BAINCZYK

Com esta entrevista, temos muito gosto em apresentar-vos mais um elemento da equipa Viniyoga. Trata-se de Théo Bainczyk, alguém que, nos bastidores, tem um papel fundamental no que diz respeito a toda a organização e administração do Viniyoga e da E.T.Y.

ATELIERS DE YOGA COM MÉDICOS GENERALISTAS

Durante quatro anos, à razão de um fim-de-semana por ano, como fisioterapeuta seguidora do Método Mézières e professora de yoga, Catherine Pin-Chiabaut teve a ocasião de fazer conhecer a prática do yoga a cerca de uma centena de médicos generalistas da região Ródano-Alpes, no contexto de uma formação pós-universitária.

Viniyoga pediu-lhe para relatar a sua experiência.

Por Catherine Pin-Chiabaut

 AS ESTRUTURAS ÓSSEAS E ARTICULARES DO CORPO HUMANO (FIM)

 A cintura escapular e o ombro, o membro superior e o crânio

 Por Laurence Maman

 PÂRSHVA-UTTÂNÂSANA

Por vezes as posturas de yoga são constituídas por posições complexas e assimétricas.

 Viniyoga apresenta aqui pârshva-uttânâsana, uma das mais típicas destas posturas, comportando uma flexão à frente e diferentes assimetrias.

 Ela oferece uma grande variedade de efeitos e de indicações. O seu efeito sobre as pernas, as ancas e o tronco é favorável tanto à estática em pé como à posição sentada.

Por Bernard Bouanchaud

SEQUÊNCIA PRÁTICA

Esta sequência está baseada na aplicação progressiva de pârshva uttânâsana. Inspirando-se nas instruções propostas no quadro de vinyâsa krama, o praticante pode chegar a um certo domínio da postura, por etapas.

Por Claude Maréchal

YOGA-SÛTRA I.23

Com o aforismo I.23, exploramos um novo domínio do Yoga-Sûtra: aquele que apresenta uma escolha de meios para a realização do yoga. O primeiro - a devoção - é também o mais importante. Consequentemente consagramos-lhe uma atenção particular.

Comentários pelo Professor T. Krishnamacharya; apresentação e explicações por T. K. V. Desikachar

 

Viniyoga Lusófono nº 9 € 4.00

 (40 páginas)

ÂSANA: PRÁTICA… EFEITOS… RECOMENDAÇÕES A PARTIR DE UMA CLASSIFICAÇÃO 
As posturas estão aqui repartidas em nove grupos, segundo uma classificação que faz compreender melhor certos aspetos das suas aplicações práticas. 
Este arranjo permite igualmente apreciar os efeitos das posturas, assim como as recomendações e as instruções dadas a seu propósito. 
Por Claude Maréchal 

CORPO ESPÍRITO SAÚDE: As estruturas ósseas e articulares do corpo humano 
Por Laurence Maman

ÛRDHVA PRASRITA PÂDÂSANA 
Ûrdhva prasrita pâdâsana ocupa um lugar de destaque no grupo das posturas “deitadas sobre as costas”. As suas adaptações e variações fazem dela tanto uma postura para os principiantes como para os praticantes mais experientes. 
Por Claude Maréchal 

SEQUÊNCIA PRÁTICA 
Relativamente a esta ficha técnica, aqui está uma aplicação em estática, curta e simples, da postura clássica ûrdhva prasrita pâdâsana e uma sugestão de progressão gradual na duração da imobilização, A série começa e termina por samasthiti, a postura em pé que serve de controlo no começo e no fim da prática. 
Por Claude Maréchal

YOGA-SÛTRA 
O esforço, a seriedade e a intensidade da prática são noções constantemente presentes na obra de Patanjali. Aliás, elas já foram apresentadas anteriormente. 
Os aforismos 1.21 & 22 fornecem algumas precisões suplementares sobre o papel e os efeitos do compromisso. 
Comentários pelo Professor T. Krishnamacharya ; apresentação e explicações por T. K. V. Desikachar 
ÂSANA: PRÁTICA… EFEITOS… RECOMENDAÇÕES A PARTIR DE UMA CLASSIFICAÇÃO
 As posturas estão aqui repartidas em nove grupos, segundo uma classificação que faz compreender melhor certos aspetos das suas aplicações práticas.
 Este arranjo permite igualmente apreciar os efeitos das posturas, assim como as recomendações e as instruções dadas a seu propósito.
Por Claude Maréchal
 
 CORPO ESPÍRITO SAÚDE: AS ESTRUTURAS ÓSSEAS E ARTICULARES DO CORPO HUMANO
Por Laurence Maman
 
 ÛRDHVA PRASRITA PÂDÂSANA
 Ûrdhva prasrita pâdâsana ocupa um lugar de destaque no grupo das posturas “deitadas sobre as costas”. As suas adaptações e variações fazem dela tanto uma postura para os principiantes como para os praticantes mais experientes.
Por Claude Maréchal
 
 SEQUÊNCIA PRÁTICA
 Relativamente a esta ficha técnica, aqui está uma aplicação em estática, curta e simples, da postura clássica ûrdhva prasrita pâdâsana e uma sugestão de progressão gradual na duração da imobilização. A série começa e termina por samasthiti, a postura em pé que serve de controlo no começo e no fim da prática.
 Por Claude Maréchal
 
 YOGA-SÛTRA I.21 e 22
O esforço, a seriedade e a intensidade da prática são noções constantemente presentes na obra de Patanjali. Aliás, elas já foram apresentadas anteriormente.
 Os aforismos 1.21 & 22 fornecem algumas precisões suplementares sobre o papel e os efeitos do compromisso.
 Comentários pelo Professor T. Krishnamacharya ; apresentação e explicações por T. K. V. Desikachar
  

Viniyoga Lusófono nº 8 € 4.00

 (37 páginas)

ENTREVISTA A DESIKACHAR

Claude Maréchal pediu a opinião do seu professor, T.K.V. Desikachar, sobre temas tão variados como as aulas individuais, a relação professor-aluno, as técnicas de purificação, etc., numa entrevista para o jornal tâmul “Kalaimagal”. 
Tradução e Redação Sarah Dars
CORPO ESPÍRITO E SAÚDE: AS ESTRUTURAS ÓSSEAS E ARTICULARES DO CORPO HUMANO
 Na rubrica “Corpo, Espírito e Saúde”, Viniyoga vai consagrar dois artigos sucessivos ao estudo das estruturas ósseas e articulares do corpo humano. No primeiro artigo, Laurence Maman descreve essencialmente a coluna vertebral. No segundo, apresenta as cinturas pélvica e escapular e tira conclusões deste estudo, em relação à prática do yoga. 
 Por Laurence Maman
VAJRÂSANA 
 Pela primeira vez, o Viniyoga apresenta uma postura tipicamente sentada, com as costas direitas.Vajrâsana é uma das posições importantes do yoga, resultante da prática de outras posturas. Ela permite a prática do prânâyâma e oferece igualmente numerosas possibilidades de movimentos simples, influenciando favoravelmente a coluna cervical. Em particular, combinada comcakravâkâsana, estudada na revista anterior, ela é muitas vezes utilizada como contra postura ou como preparação suave para outras posições. 
 Por Bernard Bouanchaud 

SEQUÊNCIA PRÁTICA 

 Esta sequência prática associa vajrâsana a dvipâda pîtham e bhujangâsanaVajrâsana é preparada e em seguida praticada de forma estática; as outras posturas tomam o lugar de preparação ou têm uma ação complementar. Certamente, podem-se procurar outras combinações.

 Por Claude Maréchal

O YOGA-RAHASYA

 Yoga-Rahasya de Nâthamuni (“Os Segredos do Yoga”) tem o seu nome muito apropriado, uma vez que este é um dos textos menos conhecidos da “literatura ióguica”. Constitui um dos fundamentos do ensinamento de Shri T. Krishnamacharya.

 Por Claude Maréchal

 YOGA-SÛTRA I.19 e 20

 O yoga leva a estados de consciência extraordinários. O aforismo 1.19 dá indicações relativas àqueles que já atingiram estes níveis, enquanto o seguinte dirige-se antes aos seres vulgares e descreve as qualidades requeridas na via do yoga. 

 Comentários pelo Professor T. Krishnamacharya ; Apresentação e Explicações por T. K. V. Desikachar  

 

Viniyoga Lusófono nº 7 € 3.50

 (31 páginas)

GURU-SHISHYA, PAI E FILHO

 Ser ao mesmo tempo filho e discípulo de um grande mestre apresenta ao mesmo tempo vantagens e inconvenientes. Evocando esta relação particular, T.K.V. Desikachar permite-nos assim descobrir outras facetas da personalidade de Shri T. Krishnamacharya.

 Entrevista com T.K.V. Desikachar, em Madrasta, Junho de 1988 por Claude Maréchal

A BHAGAVAD-GÎTÂ

 No primeiro artigo, publicado no número anterior, Richard Belfer apresentou-nos os seis primeiros capítulos da Bhagavad-Gîtâ, mostrando-nos a importância dada à ação e ao karma-yoga.

Este segundo artigo consagrado aos doze capítulos seguintes explica-nos como conceitos como a bhakti, o jogo dos guna, etc. são apresentados.  A habilidade e a coerência da pedagogia de Krishna no seu ensino continua a ser um dos aspetos mais importantes da Gîtâ.

 Por Richard Belfer

KRISHNAMURTI

Krishnamurti foi um conhecido filósofo, escritor e educador. Vamos conhecer um pouco das grandes etapas da vida deste senhor fora do comum.

Por Richard Belfer

ENCONTRO COM KRISHNAMURTI

Este artigo é uma entrevista que foi feita a Desikachar pouco tempo após o falecimento de Krishnamurti. Ela debruça-se sobre os contactos entre Desikachar e Krishnamurti e o que por vezes pode parecer diferente nas duas abordagens. A entrevista foi conduzida por Sarah Dars, Peter Hersnack e François Laurin, que conheciam ambos.

CAKRAVÂKÂSANA

Classificada como sendo de flexão para trás, esta posição de gatas é uma postura assimétrica de dificuldade média.

Algumas das suas aplicações oferecem possibilidades interessantes para uma ação delicada e precisa a nível vertebral. A sua execução modificada e combinada com vajrâsana é muitas vezes explorada como contra postura para flexões para trás mais intensas.
Por Claude Maréchal

SEQUÊNCIA PRÁTICA

A título de exemplo de aplicação, aqui está uma sequência prática simples, usando cakravâkâsana por três vezes, de formas diferentes.

Por Claude Maréchal

YOGA-SÛTRA I.17 e 18

O primeiro capítulo do Yoga-Sûtra trata essencialmente de estados superiores do psiquismo e daí o seu nome: samâdhi pâda.

Depois de apresentar o yoga, as diferentes atividades da mente e o meio para atingir o estado supremo, Patanjali descreve aqui duas situações de samâdhi.

Comentários pelo Professor T. Krishnamacharya; apresentação e explicações por T.K.V. Desikachar 


Viniyoga Lusófono nº 6 € 3.50

(32 páginas)

ENTREVISTA COM SIMONE MOORS

Continuando a apresentação de vários elementos da equipa Viniyoga, passamos a divulgar a nossa entrevista com Simone Moors, uma das colaboradoras desta linha, que tem uma dedicação especial ao Canto Védico. 

Entrevista conduzida por Inês Serra 


ENSAIO KRIYÂ-YOGA
Apresentamos dois ensaios selecionados pela diversidade da sua abordagem:
Ensaio 1 por swami Devanâth Saraswati
Ensaio 2 por Thérèse Imbert 

A BHAGAVAD-GÎTÂ

 Neste primeiro artigo incidindo principalmente sobre os seis primeiros capítulos da Bhagavad-Gîtâ, Richard Belfer apresenta o personagem Arjuna e explica quais são os problemas de que este sofre no começo do célebre texto. Ele mostra também a estratégia pedagógica que, nestas circunstâncias, Krishna, instrutor e amigo de Arjuna, utiliza. O mestre decide fazer compreender claramente ao seu discípulo a importância do yoga da ação e do sentido de responsabilidade. 

Por Richard Belfer

UTTHITA TRIKONÂSANA

Até agora, o Viniyoga apresentou posturas onde o corpo efetuava principalmente movimentos quer para a frente, quer para trás. Saindo desta simetria, a postura apresentada aqui comporta uma flexão lateral e uma rotação. Utthita trikonâsana é uma postura frequentemente praticada, devido ao grande número de possibilidades oferecidas. 

Por Bernard Bouanchaud e Frans Moors

SEQUÊNCIA PRÁTICA: ANULOMA - VILOMA 

Não é necessário utilizar um grande número de posturas muito sofisticadas para construir uma sequência prática que solicite o corpo de forma harmoniosa. Utilizando as suas variantes que são infinitas e doseando a intensidade do esforço, as mesmas posturas podem ser praticadas respeitando uma ordem determinada numa sequência e seguindo quase que exclusivamente a ordem inversa numa outra sequência. A comparação dos efeitos observados torna-se, então, uma experiência deveras interessante. 

Por Claude Maréchal

YOGA-SÛTRA I.15 e 16 

Depois de ter definido e enumerado os diferentes tipos de atividade mental, Patanjali descreve o método geral formado de duas disciplinas indissociáveis, permitindo atingir o estado supremo.

A primeira destas disciplinas, a prática, foi exposta anteriormente; a segunda, o desapego, é o objetivo dos aforismos abordados hoje.

Comentários pelo Professor T. Krishnamacharya; apresentação e explicações por T.K.V. Desikachar

 

Viniyoga Lusófono nº 5 € 3.00

 (26 páginas)

CARTA DE T.K.V. DESIKACHAR AOS LEITORES DE VINIYOGA

Ao encontrarmos o Professor T.K.V. Desikachar, no seminário de Dénia, Espanha, em Abrildeste ano, perguntamos-lhe se ele gostaria de transmitir algo aos leitores da revistaViniyoga portuguesa.

O PROFESSOR KRISHNAMACHARYA E O KRISHNAMACHARYA YOGA MANDIRAM

Menaka Desikachar e Mala Srivatsan falam-nos do Krishnamacharya Yoga Mandiram (KYM) e do  Professor Krishnamacharya, oferecendo-nos a este propósito, um retrato vivo, sob o ponto de vista de um familiar e de uma aluna. 

ENTREVISTA COM FRANS MOORS 

No seguimento da entrevista que fizemos com Claude Maréchal, trazemos de novo à v/ presença um outro colaborador assíduo da revista belga, Frans Moors, professor de yoga e instrutor de professores.

 Por Alice Lopes; Tradução Inês Serra

APÂNÂSANA

Na infinita variedade de posturas de yoga, encontramos algumas âsana pouco espetaculares e fáceis de realizar. Longe de serem insignificantes, estas posições têm um papel importante no equilíbrio de uma série. Entre estas atitudes simples, “apânâsana” ocupa um lugar de destaque.

Por René Deveux

CARTA

No seguimento da nossa rubrica técnica de Março 95, consagrada a “uttânâsana”, um leitor enviou-nos uma carta, na qual nos propõe uma série de reflexões e de perguntas. Com a sua autorização, publicamos uma passagem e a nossa resposta a algumas das perguntas.

SEQUÊNCIA PRÁTICA

É útil interessar-se por uma só postura durante um tempo suficientemente longo para fazer a sua verdadeira experiência. A manutenção de uma postura na imobilidade durante várias respirações permite aprofundar esta experiência. Uma tal ação não é, no entanto, desprovida de riscos e implica uma progressão gradual.

Por Claude Maréchal

YOGA-SÛTRA I.12, 13 e 14

O yoga é, ao mesmo tempo, um meio e um fim. Neste sentido, a obra de Patanjali encerra aspetos muito pragmáticos que Desikachar nos ajuda a descobrir.

Comentários pelo Professor Shri T. Krishnamacharya; Apresentação e Explicações por T.K.V. Desikachar 

 

Viniyoga Lusófono nº 4 € 3.50

 (34 páginas)

PROFESSOR KRISHNAMACHARYA T.K.V. DESIKACHAR

 

ENTREVISTA COM CLAUDE MARÉCHAL

Para que os nosso leitores vão conhecendo um pouco melhor os professores desta escola, publicamos aqui uma entrevista com Claude Maréchal, editor da revista Viniyoga belga, professor de yoga e formador de professores.

 Por Alice Lopes

UTTÂNÂSANA

A seguir a duas posturas deitadas em extensão (dvipâda pîtham e bhujangâsana), agora temos uttânâsana, a análise de uma posição de pé, em flexão à frente. 

 Por Frans Moors 

 POSTURAS EM "DINÂMICA" 

 No decorrer de um estágio, Frans Moors falou da especificidade do yoga que recebemos e que reside especialmente na prática “dinâmica” das posturas. Favorecendo a correção, a manutenção e o desenvolvimento dos diferentes aspetos da pessoa, o yoga atua profundamente sobre a saúde.

Adaptação De Inês Matos 

DIÁLOGOS

Um homem de negócios indiano, de passagem por Madrasta, praticante de yoga e a viver em Londres…

Por T.K.V. Desikachar 

YOGA-SÛTRA I.7, 8, 9, 10 e 11

Nos números anteriores, T. K. V. Desikachar apresentou o Yoga-Sûtra de Patanjali, assim como o comentário que o Professor T. Krishnamacharya fez. Os primeiros aforismos definem o Yoga, salientando que o psiquismo possui cinco modalidades de funcionamento (citta vritti) que são agora enunciadas. Desikachar prossegue este estudo para os leitores de Viniyoga.

Comentários pelo Professor Krishnamacharya; Apresentação e Explicações: T.K.V. Desikachar

 

Viniyoga Lusófono nº 3 € 3.50

 (33 páginas)

 QUANDO O ESPÍRITO DIRIGE O CORPO

Dois exemplos que mostram que, no yoga, o espírito precede o corpo.

Por T.K.V. Desikachar 

ÂSANA: ASPETOS DINÂMICOS & ESTÁTICOS

Durante as nossas práticas falamos na abordagem de cada postura ou âsana, primeiro em forma dinâmica e depois em forma estática. O artigo que propomos explicita o que é ese aspeto dinâmico / estático.

Por Frans Moors 


BHUJANGÂSANA OU A POSTURA DA COBRA

Pela primeira vez, Viniyoga apresenta-vos aqui uma postura deitada sobre o ventre. Esta postura é a base de uma série de outras posições, destinadas sobretudo a preservar ou a aumentar o tónus da parte de trás do corpo. Todas estas posturas têm um papel essencial: melhoram a manutenção e o endireitamento das costas, cuja tendência natural é, ao longo da vida, curvar-se progressivamente para a frente.

Por Bernard Bouanchaud, René Deveux, Claude Maréchal e Frans Moors

SEQUÊNCIA PRÁTICA - COBRA E MESA DE DOIS PÉS

Com a finalidade de aguçar a procura de cada um, eis uma nova “sequência prática”. Apesar deste título, recordemos que as sequências só são propostas a título de exemplo, e que o vosso professor continua a ser a pessoa mais qualificada para aprofundar esta procura, convosco.

Por Claude Maréchal

YOGA-SÛTRA (I.5 e 6)

Comentários: Professor Krishnamacharya; apresentação e explicações: T.K.V. Desikachar

 

Viniyoga Lusófono nº 2 € 3.50

 (33 páginas)

 ASMA & YOGA

Este trabalho reflete uma experiência pessoal e profissional, enquanto asmática, terapeuta e professora de yoga.

Por Catherine Pin-Chiabaut

SEGUNDO A IDADE E AS CAPACIDADES DE CADA UM

Uma postura correta e um ritmo respiratório adaptado às capacidades são condições prévias para a prática do prânâyâma.

Por Tkv Desikachar

A PRÁTICA DO YOGA NOS MOMENTOS DE CRISE

O yoga pode ajudar-nos a controlar as nossas reações e permite-nos agir de maneira apropriada quando atravessamos etapas difíceis na vida?

Por Claude Maréchal

DVIPÂDA PÎTHAM - A MESA DE DOIS PÉS

Bernard Bouanchaud analisa a postura da “mesa de dois pés”. Esta postura simples é frequentemente utilizada na prática do yoga. Ela tanto pode ser abordada por uma pessoa com limitações físicas importantes, como servir para todos os outros praticantes, ou mesmo permitir fazer algumas experiências aprofundadas de prânâyâma e de bandha.

Por Bernard Bouanchaud

SEQUÊNCIAS PRÁTICAS

Este artigo apresenta uma sequência de posturas simples e curta assim como algumas indicações para a intensificar depois de uma semana de prática.

Por Claude Maréchal

YOGA-SÛTRA I.1, 2, 3 e 4

No número um pôde ler uma apresentação ao texto de Patanjali, insistindo sobre a especificidade do Yoga-Sûtra.

Viniyoga começa aqui a publicação do comentário do Yoga-Sûtra, pelo Professor Krishnamacharya.

Na sua introdução, Desikachar esclarece certos pontos relativos ao texto sânscrito composto pelo seu pai e responde às perguntas que lhe foram feitas.

Comentários: Professor Krishnamacharya; apresentação e explicações: T.K.V. Desikachar

YOGALALÁ

 

Viniyoga Lusófono nº 1 € 3.00

 (20 páginas)

O VINIYOGA DO YOGA

Por T. K. V. Desikachar 

CORPO ESPÍRITO E SAÚDE: CAUSAS DA DOENÇA SEGUNDO O AYURVEDA

O termo yoga também é utilizado no contexto da medicina ayurvédica. Aí pode ter um significado particular para designar quatro causas de doença, como o explica T. V. Ananthanarayanan.

Por T. V. Ananthanarayanan

O YOGA E A MULHER

A mulher é como um rio, desde que nasce até que finalmente se lança no mar…
Este artigo analisa as várias etapas da vida de uma mulher.
Por Faridah Sheikh Ahmad

SAMASTHITI

Neste artigo são apresentadas três posturas: samasthiti, ûrdhva mukha samasthiti e adho mukha samasthiti.

Por Claude Maréchal

A POSTURA PARA O PRÂNÂYÂMA

A atitude física correta conta muito para a qualidade do exercício.

Por T.K.V. Desikachar

YOGA-SÛTRA (introdução)

A prática comporta posturas, prânâyâma e outros métodos que melhoram a saúde física e mental, e mobilizam progressivamente o espírito para um modo mais correto de pensamento e de ação. O estudo compreende principalmente a recitação, leitura e interpretação de diferentes textos. Entre eles, o mais importante é o tratado de Patanjali chamado Yoga-Sûtra.

Reunião com T.K.V. Desikachar

YOGALALÁ

Por Jean-Claude Hubert 

 

Viniyoga Lusófono nº 0 € 3.00

(23 páginas)

VINIYOGA

Por T.K.V. Desikachar

O YOGA, UMA PALAVRA CONHECIDA... UM MÉTODO POUCO CONHECIDO

Este artigo é elementar, na medida que se dirige àqueles que conhecem pouco ou mal o que é o Yoga.

Por Claude Maréchal

A IMAGEM DO YOGA NA EUROPA

A revista Viniyoga pediu a T.K.V. Desikachar para entrevistar Gérard Blitz, secretário-geral da União Europeia das Federações Nacionais de Yoga (U.E.F.N.Y.) Esta entrevista revela a imagem do yoga na Europa.

A seguir publicamos alguns extratos.

A AULA INDIVIDUAL: UMA PREPARAÇÃO PARA A AÇÃO PELO YOGA

Após ter ensinado o yoga em cursos coletivos, o autor faz a experiência da aula individual, como aluno, na Índia.

Esta forma de transmitir o Yoga é uma forma de educação, agora praticada no Ocidente. Ela baseia-se sobre uma adaptação do kriyâ-yoga de Patanjali.

Por Claude Maréchal

CORPO ESPÍRITO SAÚDE - UM PLANO DE ESTUDO

O que se passa a nível do corpo é um reflexo da maneira como podemos ultrapassar tudo.

O que nos propõem o Yoga: um reflexo da nossa própria vida.

Laurence Maman dirigirá a rubrica saúde de Viniyoga. Num primeiro artigo, vai apresentar-nos as grandes linhas do seu plano de estudo. O yoga, vindo da Índia, suscita atualmente, no Ocidente, um grande interesse. Trata-se de realizar as posturas tão próximo da perfeição quanto possível? Sem dúvida, isto não é o essencial.

Por Laurence Maman

YOGA E GRAVIDEZ

Guiada pela sua modesta experiência de jovem mãe, de praticante e de ensinante de yoga, Catherine Gruneberg interessou-se pela ligação entre o yoga e a maternidade, quer dizer pelo yoga considerado numa perspetiva precisa, pontual e limitada no tempo, a saber a adaptação de uma prática de yoga à gravidez.

Por Catherine Gruneberg

YOGALALÁ